Se ligue

Sites do Portal
       HOME        INDIQUE        NEWSLETTER        NOSSO BANNER NO SEU SITE        PUBLICIDADE        SITE GRÁTIS        REVISTA        LINKS        COLUNISTAS
Apostilas
Áudios
Gifs
Icones
Programa de Computador
Vídeos
 
Dicas
Dietas
Emagrecimento
Exercícios
Fitoterápicos
Massa Muscular
Suplementos
Tabela de Calorias
 
Desenhos para colorir
Testemunhos
Vídeos
 




 
Cantadas
Cartão Virtual
Frases
Imagens
Moral da História
Pérolas
Piadas
Que Mico
Testes
Textos
 
Jogos on-Line
Palavras Cruzadas
Sudoku
 
Adivinhas
Brincadeiras de rua
Cantigas de roda
Contos infantis
Cruzadas e Passatempo
Desenhos para Colorir
Galeria de arte
 
Bancos
Busca de Ceps
Consulta Vôos
Dicas Úteis
Jornais
Previsão do Tempo
Receitas
Telefones Úteis
Tradutor on-line
 
  
                                                                                                                                                               
                                                                                                                                                               
                                                                                                                                                               
Os suplementos alimentares podem trazer grandes benefícios, porém se utilizados sem limites e sem a orientação de um especialista, o suplemento alimentar pode prejudicar sua saúde.



Albumina

Albumina em pó é um alimento hiperproteico, à base exclusivamente de proteínas de alto valor biológico presente na clara do ovo. Devido à sua alta digestibilidade e por conter todos os aminoácidos essenciais nas quantidades e proporções ideais, a albumina é reconhecida como a mais rica proteína animal, sendo fundamental para o crescimento e regeneração muscular. É indicada para pessoas cujo objetivo é o aumento de massa muscular ou para pessoas cujas dietas possuam grandes quantidades de proteína.

Ideal para praticantes de musculação e outros esportes que requerem força. A albumina é muito prática. Você pode mistura-la em shakes a seu gosto e facilmente obter a quantidade de proteína que deseja na refeição. Além disso, se você está fazendo uma dieta rica em proteínas, a albumina torna a dieta mais fácil porque você não precisará ficar comendo carnes o tempo todo. Uma alta dose desta proteína pode causar gases e flatulências.


Creatina

Creatina é um suplemento anabólico, isto é, uma substância de origem sintética, que estimula o crescimento de massa muscular. Trata-se de uma substância encontrada naturalmente no nosso organismo e que consiste na combinação de três aminoácidos: arginina, glicina e metionina. Ela ajuda a fornecer a energia utilizada para movimentar os músculos, particularmente os movimentos mais rápidos e explosivos (típicos da maioria dos esportes).

A alimentação é a principal fonte da creatina, que passa facilmente do trato digestivo para a circulação sanguínea. Estudos concluíram que a suplementação de creatina melhora a performance dos atletas em exercícios de alta intensidade e proporciona aumento de músculos. Usar essa substância não constitui doping.

Mais de 95% da creatina do corpo está armazenado dentro das células musculares. Os principais estudiosos acreditam que a maioria dos atletas podem armazenar mais creatina do que normalmente é obtida pela dieta. A suplementação deste produto ajuda a “saturar” seus músculos com creatina. Quando o músculo armazena doses extras de creatina, há mais combustível reservado para exercícios intensos que podem resultar em aumentos significativos de energia. Muitos usuários de creatina relataram aumentos significativos de força depois de usá-la por apenas uma semana!

A creatina é usada na tentativa de impulsionar os níveis de força, acentuar ganhos no tamanho e na força do músculo, prevenir avaria no tecido muscular, que pode ocorrer após exercícios intensos. Durante a suplementação com creatina, um atleta pode aumentar seus níveis de creatina no músculo e assim produzir mais energia durante rápidas e intensas “explosões” de força, como treinamento com peso e corrida de velocidade. Este é o principal motivo da popularidade da creatina nos últimos anos. Os atletas estão descobrindo que eles podem correr mais rápidos, levantar mais pesos e pular mais alto usando creatina. Além de fornecer aos atletas mais força por curtas durações de tempo, a creatina também atua como um volumizador da célula. O aumento celular é o processo pelo qual moléculas de água são puxadas para dentro da célula do músculo, ajudando-a a mostrar-se “cheio” ou mais “bombeado” e, desse modo, a célula muscular fica mais hidratada e cria todas as condições favoráveis para o crescimento do músculo.

Nos primeiros 5 dias de uso, faça uma saturação, com 20 gramas por dia. Tome 1 colher de chá cheia (5 gramas) 4 vezes ao dia, de manhã, ao meio dia, à tarde e à noite. Misture com 250 ml de água ou suco e mexa até dissolver. A partir de sexto dia de uso, faça a manutenção, da seguinte forma, quando treinar tome 1 (uma) medida (colher de chá) antes do treino e outra após o treino; quando não treinar tome apenas uma medida ao dia. A creatina pode ser usado junto com outros suplementos, como aminoácidos, bcaa, proteína do soro do leite e outros. A saturação é uma fase muito importante nos resultados finais da creatina, portanto, dê uma atenção bem especial a esta fase. Resumindo: 20 gramas por dia, nos primeiros 5 dias; depois 10 gramas por dia, quando treinar e 5 gramas por dia, quanto não treinar. Resultados: Dentro de 10 dias de uso regular os usuários já sentem os resultados. Depois de 30 dias, você pode esperar resultados significativos.


BCAA

Aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA's) devem estar entre os mais antigos suplementos do culturismo, mas sua eficácia no processo de construção muscular continua inabalada. Considere isso: os BCAA's representam aproximadamente um terço do total de aminoácidos presentes na musculatura! Mais ainda, eles são essenciais para todas as reações de síntese de tecido muscular e têm sido usados até em atletas de alto nível em provas de resistência aeróbia.

Os três aminoácidos de cadeia ramificada são: leucina, isoleucina e valina. Todos são essenciais, o que significa que você deve obter as quantidades adequadas pela dieta.

Isso porque todas as células de seu corpo precisam deles para sintetizar proteína, incluindo proteínas musculares e enzimas necessárias ao processo de liberação de energia. O que significa que os BCAA's são parte essencial tanto do processo de construção muscular quanto dos processos de produção de energia.

Devido a musculatura ser tão rica em BCAA's, eles são requisitados pelo organismo durante momentos de estresse ou intenso exercício. Por exemplo, o treinamento intenso causa uma elevação do cortisol, acarretando a destruição de proteínas musculares, liberando aminoácidos (grande parte são BCAA's).

Além de ser queimado na musculatura em ação, os BCAA's são uma fonte alternativa de energia para quase todos os tecidos do organismo.

Esportes de alta intensidade como o culturismo gastam mais rápido as reservas de BCAA's do que atividades aeróbias. Devido a isso, muitos atletas utilizam suplementos que contenham BCAA's. Depois de tudo, faz sentido repor o que você usou.

Vários estudos realizados com atletas sugerem que a suplementação de BCAA's, antes ou imediatamente após o exercício, pode estimular a síntese proteíca e diminuir a quebra de tecido muscular. Isso parece ocorrer devido ao fato de a suplementação de BCAA's suprir as necessidades dietéticas destes aminoácidos, preservando os estoques musculares.

Ter as quantidades adequadas destes aminoácidos na musculatura após o treinamento é essencial para a síntese protéica e crescimento muscular.

Por Brian Rowley
Tradução: Prof. Benito Olmos
Artigo Original: Muscle&Fitness, 64(6):167-168, 2003



Ribose

A ribose é um carboidrato da família das aldopentoses (função aldeído: CHO , com cinco carbonos. A Ribose faz parte da estrutura do RNA e de diversos nucleosísios relacionados com o metabolismo: ATP (adenosina trifosfato), GTP (guanosina trifosfato), entre outros. É indicada para aumentar os níveis de energia na célula e melhorar a performance. Melhora a recuperação em cerca de 2 ou 3 vezes. Ideal para fisiculturistas que treinam pesado e desejam dobrar o número de treinamentos. Pesquisas revelaram que a suplementação de Ribose é uma forma eficaz de aumentar os níveis de energia (ATP) juntamente com as células musculares, melhorar a performance muscular e ajudar na recuperação após exercícios intensos. A ribose é usada como tentativa de aumento da força, auxiliar no ganho e aumento de músculos e prevenir a ruptura de tecidos musculares, que ocorre devido a árduos exercícios.

Com suplementação de Ribose, um atleta pode aumentar os níveis de ATP nos músculos e, conseqüentemente, produzir mais energia durante curtas, mas intensas “explosões” de exercícios, tais como exercícios de peso e corridas de velocidade (que necessitam de uma certa “explosão muscular”). Todos os músculos do corpo dependem de uma constante reposição de ATP para obter a energia que eles necessitam, de acordo com cada função a ser desempenhada. Quando depositamos boas demandas de energia no nosso coração ou no esqueleto muscular durante intensos exercícios físicos, nossos músculos ficam necessitados de oxigênio devido à diminuição do fluxo sanguíneo.


Glutamina

A glutamina é um aminoácido não essencial, ou seja, o nosso organismo está apto a sintetizá-lo; é encontrado no músculo, perfazendo aproximadamente 50% de todos os aminoácidos livres. Os níveis de glutamina são altamente correlacionados com processo de síntese protéica no músculo. Durante o treinamento, grandes quantidades de glutamina são solicitadas do músculo. Dependendo da intensidade do esforço, solicita-se mais aminoácidos do que existe à disposição no músculo. A perda de glutamina acaba por exigir que outros aminoácidos sejam recrutados para refazê-las. Como o glicogênio e a creatina, a glutamina atrai para dentro da célula muscular eletrólitos e água, causando aumento de volume muscular. A dose indicada é de 10 a 20 gramas por dia ; sendo que o principal horário para sua utilização é logo depois do treino.

Recentes descobertas o classificaram como eficiente no combate à síndrome de overtreino e ao catabolismo muscular, normalmente ocorrido em atletas submetidos a grande esforço físico. A Glutamina é normalmente considerada um aminoácido não essencial, isto significa que ela pode ser sintetizada de acordo com a necessidade pelo organismo.Pode-se estimar que aproximadamente 60% de todos os aminoácidos livres no corpo estão na forma de glutamina.O músculo é o maior armazenador de glutamina. As células do cérebro e pulmão são produtores regulares de glutamina, enquanto as células do intestino,rins e sistema imune são consumidoras. O músculo e o fígado podem tanto produzir como consumir. Durante o stress grandes mudanças ocorrem no fluxo de glutamina. A sua concentração muscular diminui severamente, enquanto as células do sistema imune e intestino mostram demanda aumentada. Os níveis de glutamina no plasma podem cair abaixo dos níveis fisiológicos, resultando em uma situação de desbalanço e aumentada vulnerabilidade à infecções. Nessas condições um fornecimento extra de glutamina na dieta é requerido; isto deve ser realizado uma vez que essa demanda extra pode não ser completamente preenchida pela ingestão extra de glutamato, porque a capacidade de síntese de glutamina pelos aminoácidos é insuficiente.


Glutamina na Nutrição Esportiva

Newsholme e colaboradores foram os primeiros a levantar hipóteses de que o desbalanço de aminoácidos pode ser resultado de exercícios intensos, e como conseqüência induzir a inúmeros fenômenos os quais são referidos como "Síndrome de overtreino". Diminuição da performance, mau humor e aumento na incidência de infecções, estão associados a alguns sintomas de stress que são relatados na síndrome, e os quais tem sido descritos por corredores, ciclistas, nadadores, esquiadores, bailarinas e corredores de cavalo. A Glutamina da dieta pode exercer um papel contrariando esse fenômeno, porque tem se mostrado repetidamente que exercícios de endurance diminuem os níveis de glutamina no plasma, sugerindo que o músculo não pode prover glutamina suficiente. Portanto, produtos contendo glutamina podem auxiliar na manutenção dos níveis de glutamina no plasma, tal que a glutamina abasteça as células imune e do intestino e seja suficiente para garantir a performance adequada desses tecidos. Recentemente tem se mostrado que o estoque de glicogênio no músculo ocorre significantemente mais rápido quando ciclistas consomem proteína junto com carboidrato quando comparado só com a ingestão de carboidratos. O agente responsável por esta rapidez na recuperação do glicogênio pode ser a glutamina, como pode ser concluído no estudo de Varnier et al. Outros estudos concluíram que a glutamina exerce papel na retenção de nitrogênio, desintoxicação da amônia, homeostase do metabolismo de aminoácidos e ainda segundo Vinnars a administração de glutamina em atletas levou a uma pronunciada diminuição do catabolismo muscular protéico.


Fonte :
Silvia Elena Mantovani - Nutricionista
www.probiotica.com.br


HMB

Esta substância é um metabólito do aminoácido de cadeia ramificada leucina que tem uma ocorrência natural em alimentos do reino vegetal e animal. O HMB também é produzido no corpo, sendo que esta quantidade diária varia de 0,1 a 1 grama dependendo da dieta. Milho algumas frutas cítricas e alguns peixes parecem ter pequenas quantidades deste elemento. Mas o que há de especial a respeito desta substância? Ocorre que , em 1995 na conferência do Colégio Americano de Medicina do Esporte em Minneapolis, demonstrou-se que o uso de HMB causa grande aumento de força e volume muscular. Não que este tenha efeito anabólico, mas sim por suas propriedades anti-catabólicas, como sugerem os cientistas.

Recentes evidências demonstraram que até 75% dos resultados obtidos em ganho de massa muscular por uso de esteróides anabólicos residem na sua capacidade anti-catabólica tendo, portanto, mais importância do que a propriedade anabólica propriamente dita. Desta forma, é fácil de notar a importância da suplementação com substâncias que tenham o poder anti-catabólico.

A suplementação com 3 gramas de HMB que é três vezes superior aquela que é o máximo que o organismo produz pode causar significativo aumento de força e massa muscular.


Whey protein

Whey Protein é a proteína extraída do soro do leite. O soro é um subproduto do leite, obtido durante a produção de queijo ou de caseína. Com o surgimento de novas tecnologias, o soro tornou-se um ingrediente muito valorizado por suas ótimas qualidades nutricionais. Para o processamento do soro existem inúmeras técnicas e o processo pelo qual o soro é extraído é fundamental para a qualidade final da Whey Protein. Dependendo do processo utilizado, a Whey Protein pode ter maior ou menor teor de lactose (açúcar do leite), gordura e proteína (que pode chegar a 92% no caso do isolado de proteína de soro).

A Whey Protein é muito utilizada por atletas e esportistas, principalmente por conter todos os aminoácidos necessários à síntese protéica - fundamental para atletas de qualquer modalidade - nas proporções adequadas. Além disto, sua proteína tem excelente digestibilidade e altíssimo valor biológico.

A Whey Protein se destaca também por conter Imunoglobulinas, uma classe de proteínas que ajuda na melhoria do sistema imunológico, além de aumentar a produção endógena de glutationa, que é um excelente agente antioxidante que também exerce importante papel no sistema imunológico.

A concentração de Aminoácidos de Cadeia Ramificada (BCAA) encontrada na Whey Protein é maior que qualquer outra fonte protéica possa ter, o que lhe confere maior importância para atletas que necessitam desta significativa fonte de energia. Outra preferência sobre as outras fontes protéicas, principalmente por fisiculturistas em fase de pre contest, é sua baixíssima concentração de Sódio.

A Whey Protein é usada para impulsionar os níveis de força, aumentar o ganho de massa muscular, e prevenir o catabolismo do músculo que pode ocorrer durante um treino muito pesado. Vários estudos sugerem que levantadores de peso tem muito mais necessidade de proteínas do que uma pessoa sedentária. Quando nos exercitamos, nossa demanda por proteína e aminoácidos aumenta para que a reparação dos músculos aconteça. A falta de proteína pode produzir o catabolismo, ou quebra, e pode por abaixo o nosso esforço para ganhar músculo e força. Ter um nível adequado de proteínas no corpo é crucial para manter a massa muscular e manter o corpo num balanço positivo de nitrogênio para crescimento e reparação.


ZMA

ZMA é a abreviação para Aspartato de Monometionina de Zinco. Estudos recentes revelaram que a suplementação de quantidades específicas de Zinco e Magnésio pode elevar os níveis de testosterona em até 30%. É uma fórmula toda mineral para o aumento da força e resistência muscular. É usado também para incrementar a libido em mulheres e homens.


HGH - Hormônio do Crescimento

HGH é uma substância produzida naturalmente pela hipófise, glândula situada no hipotálamo no Sistema Nervoso Central. Depois de produzido, o hormônio é levado pela corrente sanguínea para o fígado, que o utiliza para produzir os chamados fatores de crescimento, como o IGF-1 (Insulin-Like Growth Factor-1), um potente inibidor do envelhecimento.

A partir dos 21 anos, o Hormônio do Crescimento tem sua liberação reduzida e, acima dos 40 anos, apenas a metade dele estará disponível no organismo, com declínio progressivo de aproximadamente 14% por década. Aos 60 anos a produção diária de GH é reduzida em 50%.

As pesquisas na área da geriatria sugerem que a terapia de reposição desse hormônio teria a capacidade de diminuir e até reverter vários processos biológicos do envelhecimento. Por causa disso surgiu o Pró-Hormônio do Crescimento, um substituto do hGH com as mesmas características do hormônio original, porém, com muito menos contra-indicações.

O Pró-Hormônio do Crescimento é um complexo de glicoaminoácidos associados a substâncias de origem vegetal reguladoras da insulina e ativadoras do IGF-1. O IGF-1 (Insulin-Like Growth Factor-1), como vimos, é capaz de reverter alguns transtornos causados pela idade, como aumento de colesterol, perda muscular e enfraquecimento das funções mentais e neurológicas. A diferença entre o tratamento com Pró-Hormônio do Crescimento e com o próprio Hormônio do Crescimento, é que o pró-hormônio estimula a glândula a liberar o hormônio produzido pelo próprio organismo, enquanto o hGH puro inibiria a hipófise de produzi-lo.

Entre os benefícios propalados ao Pró-hGH estariam:


1. Aumento da massa muscular.
2. Redução da gordura corporal.
3. Melhora de todos os tecidos incluindo a pele através da redução de rugas.
4. Restauração do tecido capilar.
5. Restauração da cor do cabelo.
6. Aumento na energia.
7. Aumento na função sexual.
8. Melhora nos níveis de colesterol ldl/hdl.
9. Restauração do tamanho do fígado, pâncreas, coração e outros órgãos que encolhem com a idade.
10. Melhora na visão.
11. Melhora da memória.
12. Melhora no humor e no sono.
13. Normalização da pressão arterial.
14. Aumento da resistência e fluxo sanguíneo para o coração.
15. Melhora no sistema imunológico.


O Fator do Crescimento do Tipo Insulina, o IGF-1, estimulado pelo Pró-hGH, atualmente é mais seguro e tão potente quanto o próprio hGH. Algumas pesquisas têm mostrado que o Hormônio do Crescimento tem a capacidade de revertes algumas alterações do envelhecimento, tais como, fazer os cabelos voltarem a crescer e a recuperar sua cor normal, tornar a pele mais fina e delicada, diminuir as rugas e a flacidez da pele, tornar as unhas brilhantes e resistentes, recupera a musculatura, faz desaparecer massa gordurosa excedente, recalcifica os ossos, recupera os ligamentos e articulações.

Até recentemente, a terapia com hormônio do crescimento só estava disponível através de injeções muito caras e difíceis de usar. O hormônio usado por via oral era destruído pelos ácidos no estômago e não chegava a ser absorvido pelo organismo, devendo sua administração ser injetável. Mas já existem substâncias naturais capazes de aumentar os níveis de Hormônio do Crescimento em níveis bastante satisfatórios. Agora, com o Pró-hGH, há estimulação do IGF-1, chamado Pró-Hormônio do Crescimento, que pode ser usado por via oral.

Para conduzir um tratamento de reposição do Hormônio do Crescimento é preciso vivência clínica e experiência. Quando bem conduzido o tratamento é completamente seguro, incapaz de causar mal ao paciente.

Parte dos efeitos ocasionados pelo hGH é produzida pela sua atuação direta, outra parte é devida à ação da IGF-1 como normalmente é conhecida. A IGF-1 é produzida no fígado a partir da metabolização do hGH e, ao contrário do próprio hGH, tem uma vida longa. Uma das mais importantes ações do hormônio do crescimento no organismo humano está ligada a sua capacidade de atuar como os anabolizantes ao nível muscular, isto é, promovendo o aumento da massa muscular.

As pessoas que se automedicam com Pró-hGH, podem sofrer efeitos colaterais decorrentes de doses mais altas. Entre esses efeitos observa-se a sobrecarga cardíaca por inchaço do músculo, crescimento de tumores já existentes, aumento das mamas, do queixo, das cartilagens, das orelhas, do nariz e até das mãos e dos pés. Outra prática perigosa e comum nos pacientes com Vigorexia é turbinar o efeito do Hormônio do Crescimento com doses extras de insulina. Isso pode acabar levando à morte.

Há fortes suspeitas de que doses imprudentes de Hormônio do Crescimento deflagrem quadros de diabetes, isso quando há predisposição genética para a doença. Há ainda suspeitas de que doses a mais desse hormônio estejam relacionadas ao desenvolvimento de câncer. Como a droga estimula a multiplicação celular, também estimularia o crescimento de tumores malignos. Mas, até agora, nada disso é inquestionavelmente provado. São apenas suspeitas.

Tendo em vista o fato dos efeitos determinados pelo hGH serem permanentes, parece muito sensato que esta substância só deva ser utilizada por um médico especializado e experiente.


NO2

Suplementos geradores de Óxido Nítrico (NO2), foi inventado pelo mesmo cientista que introduziu a Creatina no mercado em 1993 - Ed Byrd, co-fundador de EAS™ e agora o presidente de MRI™ (Medical Research Institute).

Com o Óxido Nítrico, (NO2), criou-se uma nova e revolucionária categoria de construtores de músculos conhecida como HEMODILATADORES.

Óxido Nítrico (No2) atua no músculo como molécula sinalizadora responsável pelo fluxo de sangue (hemodilatação), transporte de oxigênio, equilíbrio da glicose, velocidade de contração muscular, produção de energia e crescimento do músculo.

Gerando e dando sustentação aos níveis de óxido nítrico (No2) no organismo você poderá obter benefícios duradouros para o incremento muscular, este benefícios incluem: aumento dos indicadores de crescimento-muscular para obter ganhos mais rápidos de massa magra, aumento da velocidade de contração da fibra muscular gerando maior força, completa recuperação muscular após exercício e aumento do Índice de Resistência (EI) física.

Além disso, o óxido nítrico (No2) contido nos suplementos de hoje provê uma hemodilatação sustentável (forte e contínuo bombeamento sanguíneo para os músculos) onde seus músculos ficam mais cheios e "bombeados permanentemente", mesmo após o término do treino. Antes da introdução dos suplementos geradores de óxido nítrico (No2), a hemodilatação só acontecia durante


Packs

Os Packs são ricos em nutrientes para complementar a dieta e aumentar o ganho de massa muscular, energia, força e performance.

Os packs contém combinações específicas de macro e micronutrientes. Além de fornecer importantes vitaminas e minerais difíceis de se obter apenas através da dieta, fornecem também aminoácidos essenciais, carboidratos e até alguns deles ácidos graxos essenciais e energizantes.

Os packs são destinados a pessoas muito ativas como malhadores intensos, esportistas e atletas de elite. Estas pessoas têm necessidades extras que geralmente não são supridas pela ingestão diária normal de nutrientes.

A insuficiência de alguns nutrientes e enzimas pode comprometer de forma significativa a performance e resultados de um atleta. Estes packs destinam-se a garantir nutrientes e substâncias essenciais para que o corpo mantenha um ótimo funcionamento e possa aproveitar ao máximo a alimentação e suplementação.

  
 
Designer by:  Dablyu Soft e Arte Visual